Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 

História do Município

 

A Cidade paulista Capela do Alto comemora sua Emancipação Política no dia 26 de Março. Capela do Alto foi fundada pelos imigrantes europeus, e segundo os antigos moradores as famílias Menk, Wincler, Plens e Popst são os primeiros habitantes. Estas famílias vieram para o interior paulista para trabalhar na exploração e fundição do ferro na fábrica do morro de Ipanema cuja exploração foi de iniciativa da família imperial vinda de Portugal. Hoje o município tem, em média, 18 mil habitantes, e sua economia tem como base principal a agricultura, cuja produção que era basicamente do milho verde, se estendeu na última década também na produção de melancia, abóbora, mandioca e citros.

 

O nome Capela do Alto surgiu por causa dos habitantes das margens do rio Sarapuí, que usavam a expressão “vamos à Capela do Alto”, quando pretendiam ir até a “Capelinha”, que era a igreja Nossa Senhora das Dores, localizada na rua do Cruzeiro, antes chamada Santa Cruz .Porém, há controvérsias sobre a história, as terras de Capela eram ligadas à atividade tropeira nos séculos passados, e também aos trabalhos de evangelização dos padres jesuítas. Nesta época, conta-se que ocorreram um tríplice crime, erguendo-se no local três cruzes.

 

Posteriormente um monge com poderes extraordinários,vindo das terras de Ipanema, ergueu ali mais onze cruz, totalizando 14, que serviram até 1960 para a realização da via Sacra durante a Quaresma. Por decisão da comunidade e do Padre Carlos Alberto de Rocha, em passagem por este município, a prática da via sacra pela via pública, voltou a ser realizada pela maioria do povo católico durante o período quaresmal. Esse local foi denominado por Cruzeiro, onde ficava a Igreja Nossa Senhora das Dores, tombada pelo patrimônio público e completamente restaurada por todos os fiéis do município, recebendo a graça de abrigar, atualmente, o Santuário da Mãe Rainha (Mae Rainha), uma estátua do Monge João Maria de Augustini, aquele que durante suas andanças pelo então povoado, implantou o Cruzeiro ao lado da igrejinha, cujos benefícios visa eternizar para sempre um Memorial de Recordação da verdadeira história da descoberta desta hospitaleira cidade, que completou no último dia 26 de março de 2012, quarenta e sete anos de emancipação político-administrativa.

Nesta atual legislatura, implantou-se em frente à antiga Capela que deu origem ao lugar, hoje atual Santuário da Mãe Peregrina

 

No ano de 1950 criou-se o Distrito Policial de Capela do alto, e em 1954 foi criado o Distrito da Paz, sendo seu primeiro titular Heleno Lopes Plens, que viria mais tarde ser o primeiro prefeito municipal. O Município foi criado pela Lei Estadual tendo sido instalada em 26 de março de 1965. O prefeito Heleno Lopes Plens governou de 65 a 69, e seu Vice-Prefeito era Euzébio Moreira.

O atual governo Municipal é do Prefeito Marcelo Soares da Silva; O Vice-Prefeito é o Senhor Donisete Menck, que foram incumbidos recebendo o aval da população para governar o município na presente Legislatura, que teve início no dia 01 de janeiro de 2009 para encerrar em 31 de dezembro de 2012.

 

Leia Também