PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO Nº. 001/2.013
De 24 de Abril de 2.013

Dispõe sobre a outorga de “Título de Cidadão Capelense” ao ilustríssimo Senhor Carlos de Souza Quevedo e dá outras providências.

homenagem

O nobre Vereador João Abílio Quevedo, no uso das atribuições legais que lhes são conferidas por Lei, propõe para deliberação do augusto Plenário e a Câmara Municipal de Capela do Alto DECRETA o seguinte:


Artigo 1º. - Fica concedido o “Título de Cidadão Capelense” ao ilustre Senhor Carlos de Souza Quevedo o popular Lico Souza, DD. Empresário aposentado, que nos idos dos anos 40, implantou a primeira indústria no município, mais precisamente no bairro do Guarapiranga, trazendo grande desenvolvimento para esta localidade;

 

Artigo 2º. - A honraria de que trata o artigo anterior, será conferida em Sessão Solene, a ser convocada futuramente pelo Presidente da Câmara Municipal de Capela do Alto, especialmente para esse fim;

Artigo 3º. - As despesas decorrentes da execução deste Decreto Legislativo correrão por conta das dotações orçamentárias próprias, suplementadas se necessário;

 

Artigo 4º. - Este Decreto Legislativo entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

 

Sala das Sessões Vereador João Antonio Nunes, data supra.


João Abílio Quevedo
Vereador autor da propositura


EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS E
JUSTIFICATIVAS:

 

O homenageado nesta propositura, nasceu na cidade de Araçoiaba da Serra-SP, aos 04 dias do mês de Novembro de 1925; É filho do Senhor João de Souza e da Senhora Maria José Miranda de Souza; É casado com a Senhora Célia Maria Moreira de Souza, com quem teve 06 (seis) filhos: Carlos de Souza Filho, Luiz de Souza, Celso de Souza, Renato de Souza, Mário de Souza, Elza Maria de Souza.                         Do casamento de seus filhos, vieram os netos: Larissa, Lorena, Ana Laura, Brunno, Maria Silvia, Thaís, Fernando, Letícia, Nikolas e Nikole e mais cinco bisnetos: Beatriz, Gabriella, Henrique, Brunna e Solamina; Sua vida profissional, deu-se aos 13 (treze) anos de idade, quando ficou órfão de seu pai e tão cedo teve que assumir como filho mais velho de mais 6 (seis) irmãos, compromissos e responsabilidades de chefe de família, com sua mãe Maria José Miranda de Souza a parte da agricultura; Depois com o decorrer do tempo, formou uma Sociedade com seu irmão José Souza, primeiro na agricultura e anos mais tarde, construíram e montaram no sítio de propriedade da família, o que seria a primeira industria de Capela do Alto, uma industria de polvilho e mais tarde passaria a ser industria de farinha de mandioca, empregando no total em torno de 100 (cem) funcionários; O ramo industrial, formalizou-se no ano de 1.947 e até 1.963 quando ainda em  sociedade, veio a perder o sócio e irmão Zé Souza, vítima de raio; Porém a industria permaneceu em funcionamento até 1966 sob a responsabilidade do homenageado, conhecido e chamado carinhosamente pelos funcionários e amigos até hoje pelo apelido de Lico Souza; Nosso exemplar Industrial vendeu sua empresa em 1967 e à partir desse ano, tornou-se comerciante de milho, ervilha, melancia etc...No ano de 1.970, com a aquisição de duas carretas Scania, passou a prestar serviço na Empresa Minercal; Por fim, no ano de 1986 de volta para Capela do Alto, montou um Porto de Areia, onde trabalhou até o ano de 2.000 e daí como aposentado, vive até os dias de hoje em sua residência com sua esposa no centro deste município. Oportuno lembrar ainda, que nosso homenageado foi fundador e atleta do São João Futebol Clube, agremiação que sempre trouxe orgulho para os esportistas de Capela do Alto.

 

Arrojado e destemido, nosso homenageado sempre foi considerado um exímio Empreendedor; Por essas e outras qualidades que até hoje lhes são predominantes, é que vimos apresentar  a nossa proposta para análise e endosso dos nobres pares.

 

Capela do Alto, 29 de Abril de 2013.

 

 Ofício Especial

Exmos. Senhores Vereadores Membros da Mesa Diretora
Nobres colegas Vereadores

 

Com os melhores cumprimentos, valemo-nos do presente para respeitosamente fazer chegar ao conhecimento de Vossas Excias, o incluso Projeto de nossa iniciativa que visa outorgar título de cidadania a um ilustre munícipe, que reconhecidamente prestou sua contribuição colaborando sobremaneira para o pleno desenvolvimento de nosso município.

 

Esperando poder contar com o acolhimento e endosso dos nobres pares para aprovação da justa homenagem, aproveito o ensejo para renovar os meus protestos de estima e apreço.


 

Atenciosamente:


_________________________________
João Abílio Quevedo
Vereador subscritor da matéria

 


04

No dia 26 de Março foi a festa de aniversário de nossa cidade. Logo pela manhã, na Câmara Municipal, teve sessão solene com hasteamento das bandeiras e apresentação das crianças da Escola Maria Elza Lara Lopes com a história “Do meu primeiro livro” e em seguida a dança tradicional do grupo de fandangos da família Lara.
O Presidente da Câmara Josué Correa Menegueti dirigiu a sessão com a presença de várias autoridades locais. A dupla sertaneja Augusto e Rafael abrilhantou a sessão solene cantando para todos os presentes.

01 

02 

03